Vol. 5 Núm. 3 (2012): Disponibilidad y Uso de Materiales Educativos en los Procesos de Enseñanza y Aprendizaje
Artículos

Avaliação da Eficiência dos Cursos de Graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC) através da Análise Envoltória de Dados (DEA)

Sueli Ma. Cavalcante
Universidad Autónoma de Madrid
Publicado mayo 27, 2016

Resumen

O texto apresenta dados oriundos de pesquisa sobre a eficiência dos cursos de graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC) entre os anos 2006 e 2009, com base em indicadores de insumos (inputs) e de resultados (outputs). Para tal empregou-se o método Data Envelopment Analysis (DEA), numa amostra não probabilística de 30 cursos de graduação. Adotando-se como indicador de output o número de alunos concludentes, constatou-se que, em média, a quantidade de concludentes está muito abaixo da quantidade de alunos ingressantes, durante todo o período analisado. Aplicando-se a modelagem completa do método DEA, com ênfase nos indicadores de output (alunos concludentes), os resultados mostram que existe um grupo de nove DMU (decision making units), o que equivale a 30% dos cursos analisados que permaneceram, ao longo do tempo, no nível máximo de eficiência. De forma análoga, constatamos cinco DMU (16,7%) que, ao longo do tempo, permaneceram sempre ineficientes, com valores de eficiência relativa abaixo de 80% (padrão mínimo de eficiência relativa).

Palabras clave: Ensino superior, avaliação educacional, indicadores de eficiência, análise envoltória de dados.

 

The paper presents data from research on the effectiveness of undergraduate courses at the Federal University of Ceará (UFC) between the years 2006 and 2009, based on indicators of inputs and outputs. For this method utilizes the Data Envelopment Analysis (DEA), a non-probability sample of 30 undergraduate courses. Adopting as output indicator the number of students conclusive, it was found that on average, the amount of conclusive is far below the amount of new students during the whole period. Applying the complete modeling of the DEA, with emphasis on output indicators (student conclusive), the results show that there is a group of nine DMUs (decision making units), equivalent to 30% of the courses analyzed, which remained at the over time, the highest level of efficiency. Similarly, we found five DMUs (16.7%) which, over time, always remained inefficient, with values of relative efficiency below 80% (minimum standard of efficiency relative).

Keywords: Higher education, educational assessment, performance indicators, data envelopment analysis.