Vol. 8 Núm. 2 (2015): Evaluación del Liderazgo Escolar
Artículos

A Avaliação nos Cursos de Engenharia Mecânica e Civil na Visão de Alunos de uma Universidade Pública no Sul do Brasil

Publicado enero 7, 2016

Resumen

O objetivo deste artigo foi verificar a relação entre o sistema de avaliação e os instrumentos utilizados pelos professores dos cursos de Engenharia Mecânica e Civil de uma universidade pública no sul do Brasil. O enquadramento teórico para o estudo teve como base as discussões na literatura sobre a relevância da avaliação formativa. A literatura sugere que um dos caminhos para promover a avaliação de qualidade é a adoção de um sistema avaliativo que envolva os alunos no processo e que tenha como objetivos melhorar o desenvolvimento de competências profissionais, os níveis de aprendizagem e o sucesso acadêmico dos alunos. A metodologia utilizada foi a pesquisa correlacional. O instrumento de coleta de dados foi um questionário contendo três escalas do tipo Likert para avaliar diferentes aspectos relacionados as estratégias de ensino, o sistema de avaliação e as competências. O estudo foi conduzido com alunos do 4º e 5º anos dos cursos de Engenharia Mecânica e Civil de uma Universidade pública no sul do Brasil. Participaram do estudo 230 alunos matriculados nos referidos cursos. Os principais resultados mostram que existe nos cursos pesquisados uma cultura de avaliação centrada no professor, na qual os professores privilegiam os instrumentos tradicionais como provas dissertativas e de múltipla escolha, trabalhos individuais e em grupos e apresentações orais (seminários). Como consequência não há o envolvimento do aluno no processo de avaliação.
Palavras-chave: Avaliação formativa, Avaliação educacional, Práticas de avaliação em engenharia, Instrumentos de avaliação, Critérios de avaliação.


The purpose of this article was to verify the relationship between the evaluation system and the tools used by teachers of Mechanical and Civil Engineering courses at a public university in southern Brazil. The theoretical framework for the study was based on the discussions in the literature on the importance of formative assessment. The literature suggests that one way to promote quality evaluation is the adoption of an evaluation system involving students in the process that has as objective to improve the development of professional skills, learning levels and academic success of students. The methodology used was a correlational research. The study was conducted with students from 4th and 5th years of Mechanical Engineering and Civil courses of a public university in south Brazil. The subjects of the study were 230 students enrolled in the 4th and 5th years of such courses. The main results showed that there is still a culture of evaluation centered on the teacher, in which teachers favor traditional instruments such as essay and multiple-choice tests, individual and in groups tasks and oral presentations (seminars). As a result there is no student involvement in the evaluation process.
Keywords: Formative assessment, Educational evaluation, Learning, Evaluation practices in engineering, Assessment tools, Evaluation criteria.