Vol. 6 Núm. 1 (2021): Políticas educativas para la formación técnica y profesional en Iberoamérica
Monográfico

A Gestão Participativa de Instituições de Educação Profissional e Tecnológica no contexto de programa de Internacionalização

Ivanete Bellucci Pires de Almeida
Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza
Biografía
Sueli Soares dos Santos Batista
Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza
Biografía
Luis Enrique Aguilar
Universidade Estadual de Campinas
Biografía
Marcela Mendes
Etec de Carapicuíba
Portada del volumen 6 número 1 de la Revista de Educación, Política y Sociedad
Publicado enero 1, 2021

Palabras clave:

Educação profissional e tecnológica, internacionalização, gestão escolar participativa e democrática
Cómo citar
Pires de Almeida, I. B., Soares dos Santos Batista, S., Aguilar, L. E., & Mendes, M. (2021). A Gestão Participativa de Instituições de Educação Profissional e Tecnológica no contexto de programa de Internacionalização. Revista Educación, Política Y Sociedad, 6(1), 89-122. https://doi.org/10.15366/reps2021.6.1.004

Resumen

O objetivo deste estudo é analisar as políticas de internacionalização na perspectiva da gestão participativa em duas instituições de Educação Profissional e Tecnológica do Brasil e do Peru. A abordagem teorico-metodológica supõe o exercício comparativo e o tratamento dos casos. Interações entre forças globais, econômicas e culturais e os contextos locais são demonstradas no campo da educação comparada pelos autores Aguilar (2018), Arnove (2012), Cowen (2012), Han (1971), Kazamias (2012), Lourrenço Filho (2004), Mazon (2015). Abordam-se as políticas de profissionalização e a gestão escolar participativa nas instituições pesquisadas quanto às concepções e estratégias adotadas por elas. Conclui-se que há pequena participação dos alunos na gestão de instituições e espaços escolares, tais como Grêmios Escolares ou Centros Acadêmicos, Associações de Pais e Mestres, Associações Atléticas ou, ainda, Conselhos de Escola e Congregações nas duas instituições pesquisadas.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Aguilar, L. E. (2016). Three models of comparative analysis: time, space and education. XV Congreso Nacional De Educación Comparada, Ciudadanía Mundial Y Educación Para El Desarrollo. Una Mirada Internacional Conference Paper. Sevilla, 2016. Disponível em www.researchgate.net

Anderson, D. R., Sweeney, D. J. e Williams, T. A. (2007). Estatística aplicada à administração e economia. 2. ed. São Paulo: Editora Cengage Learning.

Arnove, Robert F. (2012). Análises de Sistemas-Mundo e Educação Comparada na Era da Globalização. In R. Cowen, A. Kazamias e E. Ulterhalter, Educação Comparada: panorama internacional e perspectivas. Brasília: UNESCO, CAPES.

Bogdan, R. C. e Biklen, S. K. (1994). Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Editora.

Brasil (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

Brasil (2018). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em http://www.ibge.gov.br

Brasil (1996). Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n° 9.394, de 20 de dezembro.

Brasil (1998). Salto para o Futuro: Construindo a escola cidadã, projeto político-pedagógico. Brasília: Ministério da Educação. Secretaria da Educação a Distância.

Cruz, R. C. (2012). A gestora escolar: entre a prática e a gramática. Tese Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação. Campinas. Disponível em http://repositorio.unicamp.br

Dourado, L. F. (2006). Gestão da Educação Escolar. 88 p. Brasília: Universidade de Brasília, Centro de Educação à Distância. Disponível em http://portal.mec.gov.br

Ferran Ferrer, J. (2002). La educación comparada actual. Barcelona: Editorial Ariel.

Gewirtz, S. e Ball, S. (2011). "Do Modelo de Gestão do Bem-Estar Social ao novo gerencialismo: mudanças discursivas sobre gestão escolar no mercado educacional. In S. Ball e J. Mainardes (Orgs.), Políticas educacionais: questões e dilemas São Paulo: Cortez.

Hans, N. A. (1971). Educação Comparada. 2. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional.

Hora, D. L. da. (2012). Gestão Democrática na Escola. São Paulo: Papirus Editora.

Ibase. (2006). Juventude brasileira e democracia: participação, esferas e políticas públicas. Relatório Global. Rio de Janeiro: Ibase.

Ibase. Livro das Juventudes Sul-americanas. Rio de janeiro: Ibase, maio de 2010.

Libâneo, J. C., Oliveira, J. F. de e Toschi, M. S. (2011). Educação Escolar: Políticas, Estrutura e Organização. 10 ed. São Paulo: Cortez.

Lightfoot, S. (1978). Worlds apart - Relationships between families and schools. Nova Iorque: Basic Books.

Lourenço Filho, M. B. (2004). Educação Comparada. Organização Ruy Lourenço Filho, Carlos Monarcha - 3. ed. – Brasília: MEC/Inep, 2004. 250p. Disponível em https://bit.ly/2G7U4Ue

Manzon, M. (2015). Comparação entre lugares. In M. Bray, B. Adamson e M. Mason (Orgs.), Pesquisa em Educação Comparada: abordagens e métodos. Brasília: Liber Livro.

Martins, F. A. S. (2010). A Voz do Estudante na Educação Pública: Um Estudo sobre Participação de Jovens por Meio do Grêmio Estudantil. Dissertação Mestrado em Educação – Universidade Federal de Minas Gerais UFMG. Belo Horizonte.

Muccilo, M. A. e Almeida, I. B. (2010). As Faces da Escola: um olhar caleidoscópico. São Paulo: Emoped.

Paro, V. H. (2012). Administração Escolar: introdução Crítica. 17 ed. São Paulo: Cortez.

Paro, V. H. (2015). Diretor Escolar: educador ou gerente? São Paulo: Cortez.

Perrella, C. dos S. S. (2012). Formação e Participação Políticas de Conselheiros de Escola: o caso do município de Suzano – SP (2005-2009). Tese Doutorado em Educação – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. São Paulo.

Peters, M., Marshall, J. e Fitzsimons, P. (2004). Gerencialismo e política educacional em um contexto global: Foucault, neoliberalismo e a doutrina da auto-administração. In: BURBULES, N.C.; TORRES, C.A. Globalização e educação: perspectivas críticas. Porto Alegre: ARTMED, 77-90

Peru, Serviço Nacional de Treinamento em Trabalho Industrial. (2018). Disponível em http://www.senati.edu.pe

São Paulo (Estado) (1985). Lei Complementar nº 444, de 27 de dezembro de 1985.

São Paulo (Estado) (2014). Cartilha Conselho De Escola, Disponível em https://bit.ly/307UPUu

Saviani, D. (2012). Escola e Democracia. 42. ed. São Paulo: Autores Associados.

Veiga, I. P. A. e Fonseca, M. (2001). As dimensões do Projeto Político-Pedagógico: Novos Desafios para a Escola. São Paulo: Papirus.